Notícias

Singapura e o projeto Ubin, um centro de criptomoedas.

Com o crescente desenvolvimento no ramo de criptomoedas de Singapura, o país tem se tornado um bom local para investimentos e projetos de companhias, onde algumas até estabeleceram sede no país. Exemplo disso vemos na fundação Litecoin, CoinGecko e Quoine      .

Mas o que está sendo o diferencial para este desenvolvimento?
A MAS (Monetary Authority of Singapore) ou tradução livre “AMS” (Autoridade Monetária de Singapura) pode ser o segredo. Responsável pela regulamentação de Criptomoedas no país o órgão aplica de forma bem pensada o que já está determinado e vigente no país sempre que possível de forma clara sobre qual o pensamento deles em relação à Criptomoedas, visando o desenvolvimento de tecnologias blockchains com foco em criptoativos como ativos econômicos do pais.

Os esforços bem elaborados do órgão, junto ao órgão financeiro, trouxe a realidade o projeto Ubin, um ecossistema para pagamentos internacionais concentrando em uma moeda digital emitida pelo banco Central.

A “AMS” em seu site Oficial descreve o projeto como:

“O Projeto Ubin é um projeto realizado em colaboração com a indústria para explorar o uso de tecnologias de registros distribuídos (DLT) destinadas à liquidação e compensação de pagamentos e títulos. DLT mostrou potencial em tornar as transações e processos financeiros mais transparentes, resilientes e baratos. O projeto visa auxiliar a MAS e a indústria a entenderem melhor a tecnologia e os potenciais benefícios que ela pode trazer por meio de experimentação prática. Tal visão está alinhada com o eventual objetivo de desenvolver alternativas mais eficientes e fáceis de utilizar para os sistemas atuais, baseadas em moedas digitais emitidas pelo banco central.”

Como apresentação do projeto, ele foi divido em duas partes: Testar Transações Interbancárias digitais com equivalência ao dólar de Singapura, emitidos pelo Banco Central. Está fase foi anunciada como concluída no dia 09 de Março de 2017, tendo participação em prestação de serviço a R3, Bank of America, JPMorgan e Credit Suisse.

Com a conclusão da primeira fase, a segunda fase teve inicio no mesmo ano, dando continuidade ao projeto partindo dos protótipos criados na primeira fase. O foco estava em pagamentos e compensações interbancárias descentralizadas, apresentando como forma de segurança um mecanismo de proteção à liquidez. Agora para esse novo processo outras parcerias foram criadas, entre as empresas que se juntaram ao projeto estão algumas de grande nome no mercado global, como Accenture, IBM e ConsenSys.

Em Agosto de 2018 teve inicio um novo processo de desenvolvimento no projeto, agora junto a Deloitte, Nasdaq, Anquan e a Bolsa de Valores do país. A capacidade de DvP (Delivery versus Payment), em tradução livre “Entrega contra Pagamento”, uma forma de entrega simultânea de informações necessárias para transferências de títulos e o recebimento da quantia enviada. Tendo a conclusão três meses e meio depois do inicio.

Atualmente a “AMS” em parceria com o Branco do Canada e o Branco da Ingleterra estão em processo de desenvolvimento de outros meios e alternativas para melhoras os processos de pagamentos e compensações internacionais. O relatório quanto ao assunto apresenta uma estrutura básica para a comunidade financeira global tendo como ideia entender  de forma mais abrangente as questões de pagamentos e compensações internacionais sob uma visão mais técnica e outra não.

A última informação sobre o projeto apresentado pela “AMS” em sua pagina oficial é de que as próximas fases do projeto tem foco em apresentar novos métodos de aplicabilidade para pagamentos internacionais utilizando a moeda digital emitida pelo banco central de Singapura.

Todo esse projeto apresentado mostra o foco e investimento do país para se tornar um centro de Criptomoedas e uma das maiores potencias de Blockchain da Ásia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s