Notícias

Vendas de Bitcoin Peer-to-peer sobe em meio a proibição do dólar no Zimbábue

download (2)

Bandeira do Zimbábue

P2P no Zimbábue

A negociação de Bitcoin no Zimbábue tem continuado a crescer depois que o governo proibiu o uso de moedas estrangeiras em 24 de junho. O país está tendo um aumento na troca de criptomoedas entre pares (P2P), já que não há exchanges locais que ofereçam transações de criptomoeda devido à proibição existente de fornecer tais serviços promulgados pelo banco central do Zimbábue em maio de 2018.

Como o Zimbábue recentemente reintroduziu sua moeda local, o dólar zimbabuano (ZWD), depois de abandoná-lo em 2009, o Bitcoin aparentemente se tornou uma reserva de valor mais atraente do que a nova moeda fiduciária, associada à incerteza, observa o relatório. Como tal, durante a semana passada, os cidadãos do Zimbábue têm usado serviços como Paypal, Western Union e Moneybookers para negociar Bitcoin fora do país a preços de até 12.700 dólares.

download (34)

Nota de um trilhão de doláres zimbabuanos

Preços do Bitcoin carissímos no Zimbábue

Tawanda Kembo, CEO e fundador da exchange de criptomoeda local Golix, supostamente afirmou que a demanda local em Bitcoin é maior do que a oferta, o que infla o mercado de balcão e P2P Bitcoin. O Zimbábue, conhecido como um dos mercados de criptomoedas mais ativos na África antes da proibição de serviços de criptografia do banco central, supostamente testemunhou uma onda notável de negociações de Bitcoin recentemente.

Alguns comentaristas de mídia afirmando que o Bitcoin estava sendo negociado localmente em até 76.000 dólares em P2P, site LocalBitcoins.com em 2 de julho. Esses números foram supostamente indicando o “mercado negro” para o dólar dos EUA que é mantido no serviço de pagamento móvel EcoCash. 

Zimbabwe_Hyperinflation_2008_notes

Dólar Zimbabuano

Ministro das finanças a favor do Bitcoin?

Após a proibição das instituições financeiras locais que prestam serviços relacionados à criptografia, em setembro de 2018, o ministro das finanças do Zimbábue argumentou que o país deveria adotar o Bitcoin no nível governamental de maneira similar à Suíça.

Recentemente, o vice-governador do Banco do Uganda alertou o público para os riscos associados às criptomoedas descentralizadas, destacando em especial o nível limitado de proteção dos investidores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s